Mural Comunicação

Carnes e pescados, no Rubayiat Rio o páreo é duro

_ROG0276

Estonteante. Ceviche de polvo com aioli, criação do chef Carlos Valentí para o “cardápio de varanda” do Rubaiyat Rio. Foto: Divulgação

O forte do Rubaiyat são as carnes, é sabido, mas o chef da casa, o espanhol Carlos Valenti, inspirado pelos ares praianos, criou um menu para esse começo de ano, onde os pescados predominam. E fazem bonito. O páreo é duro. O nome cardápio, que, aliás, só tem na filial carioca, ganhou o nome de “cardápio da varanda”e tem tudo a ver mesmo. Entre os “tiraditos”, as pequenas entradas para beliscar, estão o atum com vinagrete de shoyu e mel, o tagliatelle de pupunha com camarões graúdos, a posta de cherne alta, acompanhada de purê de limão siciliano (maravilhoso) e o estonteante ceviche de polvo com aioli da foto. Para os carnívoros de prontidão, que não passam sem carne vermelha, segue uma sugestão de peso e na medida: experimente o Levíssimo, um tipo de filé com menos gordura e de sabor mais delicado, que é dourado na brasa e servido acompanhado de batatas souflée. Depois, é curtir o gramadão do Jockey, a brisa que chega do Jardim Botânico, o Cristo Redentor, que aliás, só tem aqui também. Rua Jardim Botânico 971 – 3204-9999.

Por Luciana Fróes
Publicado no Caderno Ela Gourmet – O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *