Mural Comunicação

Monthly Archives: agosto 2014

Gabbiano festeja aniversário de 5 anos com menus inspirados em cozinhas internacionais

A_Insalata Harry’s Bar 2_1Gabbiano  finalÉ mês de festa no Gabbiano Ristorante. A casa comemora 5 anos e realiza o Especial de Aniversário de 25 a 29 de agosto. Serão 5 jantares unindo sabores de cozinhas internacionalmente consagradas com as melhores criações da casa carioca.

Na primeira noite o destaque será a receita do “Chef”. Serão três pratos selecionados entre as receitas enviadas por clientes da casa e apresentados pelos mesmos (Preço: R$ 80,00 cada prato).

O segundo dia o menu degustação será inspirado no La Peca, restaurante italiano com duas estrelas Michelin. Um dos pratos do cardápio é o Pato crocante com rosti de batatas, cebola roxa desidratada no vinho Merlot e no seu próprio molho (Preço: R$ 120,00 menu com 6 pratos).

Nos dias 27 e 28 o Harry’s Bar, lendário restaurante de Veneza que conquistou gente do mundo inteiro será o homenageado. O chef executivo Romano Fontanive preparou o famoso Bellini, drinque à base de pêssego e prosecco criado por Cipriani (Preço: R$ 18,00). Destaque também para a Insalata Harry’s Bar (Rúcula, Mix de Folhas Orgânicas, Queijo de Cabra, Presunto Cru à Julienne, nozes e balsâmico R$ 34,00) e o Pappardelle AI funghi (Massa Fresca ao molho cremoso de cogumelos orgânicos R$ 45,00).

Pra fechar a semana de comemorações, o último dia será com os clássicos do Gabbiano. Será oferecido um jantar de gala (menu completo R$ 160,00 por pessoa/sem bebidas) com receitas como Black Angus al Brie con Patate alla lyonese (Filé mignon de Black Agus ao Brie com batata a Lyonese) ou Baccala Gabbiano – al forno (Bacalhau Gabbiano ao forno cozido com seus próprios legumes) tudo isso embalado pelos clássicos do jazz.

Serviço:
Gabbiano Ristorante
Endereço: Avenida das Américas, 3.255, loja 142, Shopping Barra Garden, Barra da Tijuca.
Reservas: (21) 3153-5529.

Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes começa nesta sexta-feira desvendando as riquezas da gastronomia brasileira

O Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes percorreu, em 2014, mais de 11 mil quilômetros pelo Brasil, em busca dos ingredientes e produtos típicos das regiões brasileiras. Ao todo, foram 45 dias de entrevistas, com 95 pessoas, em 22 cidades do Amapá, Roraima, Sergipe, Alagoas e Espírito Santo. Todo o material coletado será transportado para as ruas de Tiradentes, de 22 a 31 de agosto, em forma de cursos, palestras e degustações.

Desde 2012, o Festival vem investindo no mapeamento da gastronomia nacional, por meio da Expedição Fartura Gastronomia. Em três anos, foram mais de 30 mil quilômetros percorridos, em 17 estados brasileiros. O objetivo, segundo o diretor geral do evento, Rodrigo Ferraz, é pesquisar e levar essa cultura gastronômica para as pessoas. “Procuramos mostrar um Brasil que as pessoas não conhecem”, destaca.

Para apresentar todo o conteúdo da pesquisa, o Festival preparou, para esta edição do evento, 60 cursos de gastronomia, 74 atrações culturais, 12 jantares (festins) com chefs de renome nacional e internacional, restaurantes na praça, além de lançamentos de livros, exposições, feiras e exibições de vídeos.

Festins

Uma das grandes novidades deste ano é que os festins acontecerão de forma mais integrada com a cidade, em restaurantes do centro histórico, aumentando o número de jantares por fim de semana. Ao invés de dois jantares por dia,como acontecia nas edições passadas, o público poderá escolher entre três opções diferentes – três na sexta e três no sábado – nos restaurantes Angatu, Via Destra e Pacco&Bacco. Os chefs irão preparar menus-degustação, que podem ser apreciados por meio de compra de convites que serão disponibilizados em uma central de vendas.

Juarez Campos (ES), Wanderson Medeiros (AL) e Solange Batista (AP),Thomas Troisgros (RJ),Mara Salles (SP),Leonardo Paixão(MG) e Jefferson Rueda (SP), que acompanharam as viagens da expedição deste ano, são alguns dos chefs nacionais convidados para os festins. Eles terão o desafio de aplicar, nos cursos e jantares, um pouco da cultura das regiões visitadas.

Na parte internacional do evento, cujo objetivo é promover o intercâmbio entre o Brasil e outros países, dois chefs mexicanos foram selecionados pela equipe do Festival, que esteve na Cidade do México em maio deste ano, durante a terceira edição do Mesamérica. Os chefs Benito Molina (apresentador do programa Benito Y Solange, da Fox Life, no México, e proprietário do restaurante Manzanilla, um dos principais destinos gastronômicos do país)e Xavier Perez Stone(chef do Cocina de Autor, no resort Grand VelasRivieraMaya, em Cancun, considerado o Chef do Ano, em 2012, pela publicação El Universal).

Cursos

Dentre os cursos previstos, destacam-se o de carne de tartaruga, com os amapaenses Solange e Morubixaba Batista, que irão ensinar a destrinchar um animal ao vivo no Festival; e o curso de preparação de cactos comestíveis, com um alagoano de apenas 17 anos, Timoteo Domingos, que faz experiências culinárias com o ingrediente comum na caatinga.

Haverá também curso de manipulação de carne de jacaré, com o criador Weber Girardi (Cáceres/MT); de chocolates, com o cacauicultor Diego Badaró, da AMMA Chocolate (Salvador/BA); e de palmito, com o produtor Maurício Magnago (Domingos Martins/ES), que vai falar sobre variedades, cultivo e usos na cozinha.

Cultura

A integração dos estados visitados pela expedição se dará também na parte cultural, com destaque para o encontro da amapaense Fernanda Takai e do capixaba Roberto Menescal, no primeiro dia do evento. Dentre as atrações musicais, haverá shows com grupos instrumentais regionais, como a CouttoOrchestra, de Sergipe, o Duofel, de Alagoas, e o Quinteto Amazon Music, do Amapá.

Gastronomia regional

A gastronomia do Espírito Santoseráevidenciada em Tiradentes com a utilização de produtos regionais e a participação de chefs capixabas que estiveram na rota da Expedição. A equipe irá levar para o evento um pouco da gastronomia típica de Pedra Azul, região com forte influência italiana, presente em produtos como os embutidos, polenta e massas. Some a isso uma culináriatipicamente litorânea, com os peixes e crustáceos, que compõem pratos símbolos do Estado (moqueca e torta capixaba).

DeAlagoas e Sergipe, os expedicionários selecionaram ícones da comida sertaneja, representada por produtos como a carne de sol e o queijo coalho. Esses Estados também têm forte influência litorânea e, por isso, é possível encontrar uma quantidade significativa de lagostas e frutos do mar.

Por último, Tiradentes irá conhecer um pouco da cozinha da região amazônica, por meio dos produtos mapeados em Roraima e Amapá, onde é possível encontrar frutas exóticas, desconhecidas de muitos brasileiros, como o bacuri e o cupuaçu. A Expedição acompanhou a cata do pitu, o camarão de água doce tradicional na região. Além disso, verificou uma forte influência indígena nos pratos desses estados, destacado no uso da farinha fermentada de mandioca e das pimentas. Um prato de Roraima que representou essa herança indígena foi a damurida, que leva peixe e é genuinamente apimentada.

Sobre o Festival

O Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes entrou no calendário da cidade mineira em 1998 e elevou o município a uma posição de destaque. Desde então, o evento vem contribuindo para a transformação da economia e movimentando a comunidade local. Só o setor de serviços – restaurantes, pousadas, bares e lojas – cresceu mais de 300% em 10 anos, segundo o IBGE, e já representava, em 2009, mais de 50% do PIB total da cidade.

Hoje o Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes contabiliza números surpreendentes: já recebeu chefs de 18 países – como Espanha, França, Itália, Argentina, Estado Unidos e Alemanha; registrou a participação de mais de 630 chefs de cozinha, 160 festins e 77.000 pratos servidos nos jantares; viabilizou a presença de chefs de renome internacional; e já envolveu diretamente mais de 5.500 profissionais.